15 empresas disputam pavimentação da PR-364

1537299742-pr364.jpg

Após análise das propostas de preços e dos documentos de habilitação apresentados, relatório será encaminhado para o BID. Somente após a aprovação do resultado final pelo banco, DER anunciará a empresa vencedora

 

 

Nesta terça-feira (18), a Comissão de Licitação do Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER) abriu os envelopes com as propostas de preços e documentos de habilitação das 15 empresas interessadas em executar a pavimentação do trecho de 49 quilômetros da PR-364, entre São Mateus do Sul e Irati. Conforme o edital, o preço referencial orçado pelo DER-PR é de R$159 milhões.

A empresa vencedora foi a Construtora Triunfo, da cidade de Curitiba, onde o valor arrematado foi de R$ 108.916.703,33. Com o valor total de R$ 159 milhões, o valor corresponde a um desconto de cerca de R$ 51 milhões, ou seja, 32 %.

Após análise das propostas de preços e dos documentos de habilitação, o DER vai encaminhar o relatório para o BID. Após a aprovação do resultado final pelo banco, o DER anunciará a empresa vencedora no Diário Oficial do Estado e no portal Compras Paraná (www.comprasparana.pr.gov.br). A partir desta divulgação, começa a contar o prazo legal de cinco dias úteis para os concorrentes apresentarem eventuais recursos administrativos. Caso não haja contestação, o processo segue normalmente os trâmites para assinatura do contrato. A previsão é de que os trabalhos sejam concluídos dentro de dois anos após a emissão da ordem de serviço.

Aguardada há mais de 50 anos, a obra deve beneficiar um universo de 112 mil habitantes, dos três municípios. Por esse motivo, uma comitiva de representantes políticos da região acompanhou o processo. Compareceram à sessão de abertura dos envelopes, os prefeitos Rodrigo Solda, de Rio Azul, Jorge Derbli, de Irati, e Luiz Adyr Gonçalves Pereira, de São Mateus do Sul, além de Claudemir dos Santos Herthel, ex-prefeito de Rebouças, Bepe Massoqueto, ex-prefeito de Rebouças e atualmente vereador do município, Soldado Elias, vereador de Irati, vereadores de São Mateus do Sul e servidores das prefeituras de Irati e São Mateus do Sul.

 

Pavimentação facilitará escoamento da produção rural

O investimento de R$ 159 milhões integra o Programa Estratégico de Infraestrutura e Logística de Transportes do Estado do Paraná, em parceria com o BID. Logo que concluída, a pavimentação do trecho deve reduzir pela metade o trajeto a ser percorrido entre as duas cidades, hoje, para um deslocamento em estradas asfaltadas. A conclusão da obra também vai criar uma ligação alternativa entre a BR-476 e a BR-153, o que facilita o deslocamento de quem vem do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina por dentro do Paraná, ao criar um novo corredor viário. A estrada será uma alternativa à PR-151, que cruza o Paraná e suporta o tráfego de caminhões oriundos dos estados do Sul em direção a São Paulo e ao Porto de Paranaguá.

O secretário estadual de Infraestrutura e Logística, Abelardo Lupion, salienta que a obra vai transformar a rodovia num corredor viário de grande importância para o desenvolvimento das regiões Sul e Centro-Sul do Estado.“A inclusão da PR-364 no BID é uma garantia para a população de que a obra vai sair do papel e virar uma realidade”, garantiu.

Derbli também destaca que a obra vai permitir o desenvolvimento econômico da região, que é essencialmente agrícola. “Vai melhorar a situação das cidades e criar mais empregos. Essa obra é muito importante para nós e a expectativa é que inicie o mais rápido possível. Vai atender os produtores, pois é grande a produção agrícola naquela região ligando Santa Catarina ao Paraná, enfim, é um corredor muito importante para ter um desenvolvimento para nós”, comenta.

 

Saiba quais obras serão executadas

Segundo informações do governo estadual, o projeto prevê a restauração de três quilômetros de rodovia já pavimentada com alargamento dos acostamentos, implantação de calçadas e ciclofaixas na área urbana de São Mateus do Sul.

No trecho ainda não asfaltado, o traçado existente será mantido com implantação de rodovia em pista simples com acostamentos. Haverá uma variante somente nos 1.200 metros finais do trecho, na chegada de Irati, para desviar o bairro Riozinho e retirar o trânsito de perto das residências.

Também está prevista a construção de uma nova ponte sobre o Rio Turvo, com 14 metros de extensão. Em Irati, uma trincheira fará a ligação da PR-364 e BR-153, que fica próximo ao trecho conhecido como “curva da morte”, onde há grande movimento de veículos e pedestres.

 

Luiz Adyr comenta sobre a abertura dos envelopes

 

LUIZADYRPR364.jpg

Derbli destaca o desenvolvimento da região

DERBLIIRATI.jpg

Derbli também destaca que a obra vai permitir o desenvolvimento econômico da região, que é essencialmente agrícola. “Vai melhorar a situação das cidades e criar mais empregos. Essa obra é muito importante para nós e a expectativa é que inicie o mais rápido possível. Vai atender os produtores, pois é grande a produção agrícola naquela região ligando Santa Catarina ao Paraná, enfim, é um corredor muito importante para ter um desenvolvimento para nós”, comenta.

PR364.jpg

Compareceram à sessão de abertura dos envelopes, os prefeitos Rodrigo Solda, de Rio Azul, Jorge Derbli, de Irati, e Luiz Adyr Gonçalves Pereira, de São Mateus do Sul, além de Claudemir dos Santos Herthel, ex-prefeito de Rebouças, Bepe Massoqueto, ex-prefeito de Rebouças e atualmente vereador do município, Soldado Elias, vereador de Irati, vereadores de São Mateus do Sul e servidores das prefeituras de Irati e São Mateus do Sul.

 

 

Da redação RDX, com informações DER-PR e Rádio Najuá

 

Online

Temos 976 ouvintes online

Últimas Notícias