O Ministério dos Transportes aprovou os estudos técnicos apresentados pelas empresas J. Malucelli Construtora de Obras e Concresolo Engenharia para subsidiar a concessão de quatro rodovias no Sul do país, dentro do Programa de Investimentos em Logística: a BR-476 (Rodovia do Xisto), no trecho entre Lapa e União da Vitória; BR-153, no trecho entre União da Vitória e a divisa SC/RS; BR-282, no trecho entre o entroncamento com a BR-153 e o entroncamento com a BR-480; e BR-480, entre o entroncamento com a BR-282 e Chapecó (SC). Pelos trabalhos, as empresas vão receber o valor de R$ 4,688 milhões, segundo despacho publicado no Diário Oficial da União.

volta imediataO Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR) determinou, nesta quarta-feira (4), a volta imediata dos professores e funcionários das escolas públicas estaduais ao trabalho. A decisão, proferida pelo desembargador Luiz Mateus de Lima, acatou um pedido do governo do Paraná, exigindo o fim da greve. Se a decisão for descumprida, a categoria será multada em R$ 20 mil ao dia para o sindicato que representa os trabalhadores.

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Educação do Paraná (APP-Sindicato), Hermes Leão, criticou a decisão do TJ-PR. Segundo ele, a categoria ainda não foi notificada. “É profundamente lamentável o autoritarismo, pois fazemos uma luta justa, reconhecida pela sociedade”, disse ao G1. Segundo Leão, os grevistas devem fazer uma nova assembleia na quinta-feira (5), para decidir o futuro do movimento. O presidente do sindicato diz que a greve continuará por tempo indeterminado.

richaO governador Beto Richa recebeu nesta quarta-feira (4), no Palácio Iguaçu, em Curitiba, prefeitos de 28 municípios paranaenses. Richa autorizou a abertura de editais e homologou resultados de licitações para obras e aquisição de equipamentos. Pavimentação, recapeamento, compra de ônibus, vans, veículos e equipamentos rodoviários compõem a maioria dos editais, num total de R$ 40,5 milhões. No mesmo ato, foram assinados novos contratos de financiamento com seis municípios, também para obras e compra de veículos e equipamentos, que somam R$ 11,1 milhões. 

Os recursos são de duas linhas de financiamento destinadas ao setor público e gerenciadas pela Fomento Paraná, em parceria com a Secretaria de estado do Desenvolvimento Urbano e Paranacidade: o Sistema de Financiamento aos Municípios (SFM) e o Programa de Apoio à Aquisição de Máquinas e Equipamentos Rodoviários para Prefeituras (Promap II). 

professoresCerca de 20 mil professores e servidores da rede estadual de ensino decidiram manter a greve por tempo indeterminado. A decisão, de forma unânime, foi tomada em assembleia que aconteceu na manhã desta quarta-feira (4) no Estádio Durival Britto e Silva. A paralisação dos professores completa hoje 24 dias e a maioria optou pela continuidade da greve pela ausência de propostas concretas por parte do Governo do Estado. Após a assembleia, os professores e servidores farão passeata até o Centro Cívico. As aulas estaduais deveriam ter começado no dia 9 de fevereiro.
A assembleia estava marcada para as 9 horas, no entanto, problemas técnicos dificultaram o início no horário previsto. Ainda, por volta das 10h30, muitos professores ainda chegavam ao estádio para participar da votação.
Antes da votação que pôs fim à greve, a categoria decidiu que sairia em passeata até o Centro Cívico, liderada pela APP-Sindicato, após a assembleia. Os professores querem acompanhar a votação na Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) do projeto de lei que extingue a Comissão Geral, um mecanismo de votação única, sem análise de outras comissões. A justificativa da APP-Sindicato é que a luta da categoria também é contra essas medidas. Após a decisão da passeata, agentes da Secretaria de Trânsito (Setran) foram para o local para acompanhar os professores e orientando o trânsito.
O presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Educação do Paraná (APP-Sindicato), Hermes Leão, destacou que a diretoria ficou reunida por cerca de dez horas antes da assembleia que conduziria o futuro da greve. A APP-Sindicato reiterou sobre a continuidade da greve e os vinte mil servidores aprovaram por unanimidade, sob os gritos:“Eu tô na luta, eu tô na greve”.

professoresA assembléia dos professores que pode pôr fim a greve da categoria deve começar a qualquer momento. Os servidores estão concentrados desde as 6h desta quarta-feira (4) na arquibancada da Vila Capanema, onde a reunião acontecerá. A assembléia que irá definir o futuro da greve dos trabalhadores da educação pode contar com a presença de 15 mil professores e funcionários de escolas públicas. A estimativa é da APP-Sindicato, que garante que as propostas ainda são insuficientes.

Segundo o sindicato, os professores e funcionários vão avaliar as propostas apresentadas pelo governo estadual para os sete itens reivindicados desta que já é a maior greve dos últimos 12 anos no estado. “Apesar da insistente divulgação do governo de que a paralisação acabou e da pressão que os educadores estão sofrendo para voltar para as escolas, somente os trabalhadores é quem podem definir o futuro da mobilização”, diz nota do sindicato.

aushau união da vitóriaEmpresários dos estabelecimentos comerciais de União da Vitória e Porto União decidiram pelo gesto na semana passada. Agora, ele entrou em prática das 15 às 16 horas, garantindo portas fechadas nas lojas que adotaram a bandeira. Serão 60 minutos de um protesto pacífico, que tem a defesa das reformas política e tributária como pauta.
A iniciativa é da Associação Comercial e Empresarial de União da Vitória (Aceuv), Associação Empresarial de Porto União (Acipu) e Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL) de ambos municípios. “Conversamos e achamos necessário isso. Nós como empresários não suportamos mais a carga tributária. Não conseguimos mais sobreviver”, alega Solimar Haiduk, da Acipu.

José RicoMorreu nesta terça-feira (3) o cantor sertanejo José Rico, da dupla com Milionário, informou a assessora de imprensa Amália Barros, que é sobrinha de Milionário, em seu perfil no Instagram.
"O maior de todos se foi... O mito, a melhor voz desse país! Meu coração está despedaçado... Muito muito triste. Obrigada por tudo, Zé Rico! Me sinto privilegiada de ter convivido um pouco com você!", escreveu a assessora.
"José Rico Alves dos Santos foi internado hoje de manhã em Americana (SP) com complicações no coração, rins e joelho e não resistiu", diz a página da dupla no Facebook.

união da vitóriaO Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR) julgou irregulares as contas de 2008 da Companhia Municipal de Desenvolvimento e Habitação de União da Vitória (Região Sul). Em função disso, os ex-gestores da entidade, Waldomiro Antônio de Souza (que exerceu a função entre 1º de janeiro e 8 de dezembro daquele ano) e Rudimar Empinotti (de 9 a 31 de dezembro), receberam multa de R$ 145,10 cada um. O atual prefeito de União da Vitória, Pedro Ivo Ilkiv, também foi multado em R$ 145,10. As sanções estão previstas no Artigo 87 da Lei Orgânica do TCE-PR (Lei Complementar Estadual nº 113/2005).
Além da ausência de diversos documentos relativos à prestação de contas da companhia, duas irregularidades motivaram a desaprovação das contas. A primeira foi a falta de constituição de "Provisão Para Devedores Duvidosos" no plano de contas da entidade. A segunda irregularidade foi a ausência de indicação dos valores relativos ao exercício 2007 no balanço patrimonial e na demonstração do resultado do exercício.

caminhãosA presidenta Dilma Rousseff sancionou nesta tarde de segunda, sem vetos, a Lei dos Caminhoneiros. A informação foi confirmada, há pouco, pela Secretaria de Imprensa da Presidência da República. De acordo com o governo, essa era uma das reivindicações da categoria, que fez protestos ontem (2) nas rodovias federais de vários estados. A medida faz parte do acordo apresentado pelo governo para que os caminhoneiros desbloqueiem as estradas.

A lei deve ser publicada na edição desta terça-feira (3) do Diário Oficial da União. De acordo com a Secretaria-Geral da Presidência, ao cumprir o compromisso com a sanção da lei, o governo federal entende que há uma tendência de normalidade nas rodovias do país. Por meio de nota, o governo também prometeu, a partir desta segunda-feira (2), tomar as medidas necessárias para permitir a prorrogação por 12 meses do pagamento de caminhões adquiridos pelos programas ProCaminhoneiro e Finame, do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social, outra parte do acordo feito com os caminhoneiros.

Segundo a secretaria, a nova lei determina o pedágio gratuito por eixo suspenso para caminhões que não estiverem carregados. “A lei também define o perdão das multas por excesso de peso dos caminhões, recebidas nos últimos dois anos, e muda a responsabilidade sobre o prejuízo. A partir de agora, os embarcadores da carga, ou seja, os contratantes do frete serão responsabilizados pelo excesso de peso e transbordamento de carga”, informa a nota da Secretaria-Geral. Ainda segundo a secretaria, a lei garante a ampliação dos pontos de parada para caminhoneiros.

 

Online

Temos 1016 ouvintes online

Últimas Notícias