Homem preso por matar e cortar cabeça de ‘amigo’ confessa crime e explica o motivo

Depois de uma série de depoimentos, Josias de Matos Freitas confessou, nesta terça-feira (14), que matou e cortou a cabeça do ‘amigo’ Anderson Vinícius de Souza Santos, de 22 anos, que morreu durante uma caçada em Adrianópolis, na região metropolitana de Curitiba, na semana passada. Ele alegou uma rixa antiga, a qual não tinha superado, como motivação para o crime.


De acordo com o delegado Mario Sérgio Bradock, o suspeito disse que não havia conseguido superar a briga de anos, embora tenha saído com Anderson para caçar, como ‘bons amigos’.

“Ele pegou um revólver calibre 32, que pertencia a vítima, e disparou. Ele alegou que beberam, fumaram maconha e que tudo isso aconteceu por uma rixa que eles tinham. A vítima pelo jeito havia superado, mas o autor não. O outro preso José Luiz de Pontes de Lima, de 32 anos, estava no local e também atirou contra o rapaz”, explicou.

Após a queda com os tiros, Josias cortou a cabeça de Anderson com um facão. “Ele desferiu estes golpes e, com a ajuda do outro rapaz, ocultou o cadáver e a cabeça. Também conseguimos recuperar a arma do crime”, disse Bradock.

Os dois presos permanecem presos à disposição da Justiça.

Fonte: Banda B

Este é o novo site da Difusora!

No ar

Online

Temos 2138 ouvintes online

Últimas Notícias