Richa autoriza pavimentação da estrada do Lara, na Lapa

lapa8.jpg

De acordo com o Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER-PR), serão asfaltados quatro quilômetros da via, a partir do trevo da BR-476 até a sede da Usina Biodiesel Potencial Petróleo

 

O governador Beto Richa autorizou nesta quinta-feira (08) o início da pavimentação da estrada municipal do Lara, na Lapa, Região Metropolitana de Curitiba. De acordo com o Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER-PR), serão asfaltados quatro quilômetros da via, a partir do trevo da BR-476 até a sede da Usina Biodiesel Potencial Petróleo. O investimento de R$ 13,6 milhões será feito pela empresa em função dos incentivos do Programa Paraná Competitivo.

Richa ressaltou a importância da empresa para a região e o para o Estado. “Hoje, é uma das maiores produtoras de biodiesel do Brasil, gera muitos postos de trabalho, renda e desenvolvimento”, afirmou. Segundo ele, infraestrutura e industrialização devem andar lado a lado.

“Esta obra de pavimentação possibilitará ainda mais investimentos, atraindo novas empresas e a ampliação das atividades da Potencial”, declarou. O governador informou que só por meio do Programa Paraná Competitivo são R$ 43 bilhões de novos investimentos em todo o Estado.

Richa destacou, ainda, a boa parceria com a Prefeitura da Lapa, que resulta em mais recursos para a cidade. Ele falou que entre os próximos investimentos programados para o município estão um abatedouro, a construção do centro de imagens e a duplicação da rodovia. “Graças ao equilíbrio das contas do Estado estamos investindo vigorosamente em todos os municípios do Paraná”, afirmou.

A obra será executada em parceria entre o governo do Estado e a Potencial, que será responsável por financiar o investimento e, em contrapartida, poderá obter abatimentos sobre os créditos futuros do Imposto sobre Circulação de Mercadoria e Serviço (ICMS). É uma parceria semelhante à firmada com a Klabin, no município Ortigueira, disse o governador.

O diretor presidente do grupo Potencial Biodiesel, Arnoldo Hamerchimdt, disse que o governo abriu as portas, por meio do Paraná Competitivo, para que o projeto da usina acontecesse. “Fomos a primeira empresa do Paraná Competitivo e, hoje, somos a usina que mais produz e vende no Brasil”, afirmou.

Ele reforçou que essa é mais uma parceria de sucesso para viabilizar uma obra que será fundamental para o incremento nas atividades. “Estamos resolvendo uma das solicitações mais importantes. Com o asfalto, o escoamento da usina será mais rápido e trará mais segurança aos fornecedores, clientes e funcionários”.

O prefeito da Lapa, Paulo César Furiati, disse que a via pavimentada entre o trevo da cidade e a empresa é estrutural e vai contribuir para o crescimento do parque industrial. “A infraestrutura é fundamental para dar condições a novos empreendimentos”, disse, ressaltando que o governador Beto Richa foi o que mais investiu na Lapa. “Só em 2017 foram cerca de R$ 50 milhões”.

OBRA - A conclusão dos serviços está estimada em 24 meses. A empresa responsável foi contratada pela Potencial e cabe ao DER o controle. O projeto inclui ciclovias, arborização e iluminação. “É uma obra que vai beneficiar muito a cidade. Paralelamente a isso estamos negociando outras obras com a concessionária da BR-476 de duplicação no perímetro urbano”, afirmou Richa Filho.

O secretário também informou que o Governo do Paraná investe R$ 2,3 bilhões no programa de recuperação de estradas em todo o Estado. “Só aqui na região do entorno da Lapa será investido R$ 82 milhões”, disse. As rodovias estaduais que passam pela Lapa fazem parte de dois lotes que estão em fase final de licitação.

PRESENÇAS - Participaram da solenidade o diretor-presidente do grupo Potencial Biodiesel, Arnoldo Hamerchimdt; o vice-prefeito Joacir Gonçalves; presidente da Câmara Municipal, Arthur Vidal; o deputado estadual Elio Rush; deputado federal Luciano Ducci; diretor-geral do Departamento de Estadas de Rodagem, Nelson Leal Júnior; diretor-presidente da Agência Paraná de Desenvolvimento, Adalberto Netto; diretor-presidente da Caminhos Paraná, José Julião Terbai; prefeito de Contenda, Carlão; diretor de Meio Ambiente da Sanepar, Glauco Requião; diretor comercial da Sanepar, Antônio Belinatti; diretor da Administração dos Portos, Lourenço Fregonese; e a banda da Polícia Militar do Paraná

BOX

USINA SERÁ AMPLIADA E VAI GERAR MAIS EMPREGO

Com apoio do programa Paraná Competitivo, a Potencial Petróleo foi inaugurada em 2012. Agora, a planta da usina está sendo ampliada e vai gerar novos empregos e maior receita de impostos. A Potencial Biodiesel emprega 150 funcionários diretos e já é a terceira maior usina do ramo no Brasil.

Com os investimentos de mais de R$ 300 milhões até 2017, a produção mais que dobrou: dos 171,7 milhões de litros por ano, acordados com o governo, para 382,6 milhões de litros.Em maio deve ser inaugurada uma unidade de refino de glicerina e até julho de 2019, a Potencial planeja aumentar a capacidade de produção para 832,6 milhões de litros de biodiesel.

 

Fonte: AEN

 

Online

Temos 812 ouvintes online

Últimas Notícias