Morre Agenor Girardi, Bispo da Diocese de União da Vitória

agenor-girardi-bispo-300x250.jpg

Sepultamento será na Catedral de União da Vitória

 

A igreja Católica divulgou com grande tristeza o falecimento do Bispo Diocesano de União da Vitória, Dom Agenor Girardi, aos 66 anos. O falecimento foi comunicado pelo Padre Silvano Surmacz e a hora oficial foi Às 22h30 desta quinta-feira, 08. O Bispo ficou internado por mais de 30 dias, desde o final de 2017.

O velório e o sepultamento de Dom Agenor serão na Catedral Sagrado Coração de Jesus de União da Vitória. A notícia provocou comoção na comunidade católica  e de outras religiões, pelo respeito que nutriam pelo líder religioso.

No mês de outubro, Dom Agenor chegou a passar mal durante uma Crisma na Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, sendo levado aol Pronto Atendimento Municipal. 

bispoX04-300x250.jpg

Quem foi Dom Agenor

Dom Agenor Girardi, MSC (Orleans, 2 de fevereiro de 1952) foi um bispo católico brasileiro, bispo da Diocese de União da Vitória. De 1966 a 1970 cursou o ensino fundamental no Seminário Menor São José, em Francisco Beltrão. Posteriormente fez o ensino médio na Escola Estadual Mário de Andrade, em Francisco Beltrão, entre os anos de 1971 a 1974.

Em 1975 ingressou na Pontifícia Universidade Católica de Campinas, para iniciar os estudos na Faculdade de Filosofia, que concluiu em 1977; cursou Teologia na Faculdade de Teologia Nossa Senhora da Assunção na cidade de São Paulo, de 1979 a 1982. Fez sua profissão religiosa na Congregação dos Missionários do Sagrado Coração, no dia 1 de fevereiro de 1982 e foi ordenado sacerdote em 5 de setembro do mesmo ano por Dom Agostinho José Sartori.

Obteve a Licença em Teologia Espiritual na Pontifícia Universidade Gregoriana, em Roma. Também fez o Curso de Espiritualidade no CETESP, no Rio de Janeiro.

Em 1982 foi nomeado vigário paroquial da Paróquia de Santa Rita de Cássia em Marmeleiro; já no ano de 1983 foi vice-diretor do Seminário São José, em Francisco Beltrão; de 1984 a 1988 foi diretor do mesmo Seminário em Francisco Beltrão; foi mestre de noviços em Pirassununga, durante os anos 1991 a 1995; coordenador do CETESP (Centro Teológico de Estudos e Espiritualidade para a Vida Religiosa), no Rio de Janeiro no período 1996 a 1998 e superior provincial da Comunidade de Curitiba, de 1999 a 2001.

bispo2-300x250.jpg

Foi reitor do Santuário de Nossa Senhora do Sagrado Coração em Curitiba, de 1999 a 2001; vigário paroquial da paróquia São José na cidade de Francisco Beltrão, de 2002 a 2009; foi membro do Conselho Presbiterial da Diocese de Palmas e Francisco Beltrão desde 2007. Desde 2002 é consultor da Conferência dos Religiosos do Brasil, para obtenção de orientações espirituais e exercícios de treinamento sobre a Vida Consagrada. Em 2009 assumiu como pároco da Paróquia São José em Francisco Beltrão.

Aos 22 de dezembro de 2010 foi nomeado pelo Papa Bento XVI como bispo-auxiliar da Arquidiocese de Porto Alegre. Foi ordenado bispo no dia 25 de março de 2011, na cidade de Francisco Beltrão juntamente com Mons. Geremias Steinmetz. Já o Arcebispo Dom Dadeus Grings o designou para ser Vigário Episcopal do Vicariato de Canoas e tomou posse no dia 8 de abril de 2011, no Santuário São Cristóvão em Canoas.

Aos 2 de abril de 2015 foi nomeado Vigário Geral da Arquidiocese de Porto Alegre e Bispo Referencial para a Vida Consagrada na mesma arquidiocese.

No dia 6 de maio de 2015, o Papa Francisco nomeou-o como Bispo Diocesano de União da Vitória, transferindo-o da sede titular de “Fornos Maggiore” e do ofício de auxiliar na Arquidiocese de Porto Alegre.

 

Confira o áudio enviado pelo Padre Marcelo de Lara, do setor de comunicação da Diocese de União da Vitória, à RDX 

Fonte: VVale/CBN Vale do Iguaçu

Este é o novo site da Difusora!

No ar

Online

Temos 1247 ouvintes online

Últimas Notícias