Rapaz desaparecido em Canoinhas é encontrado morto

alan-900x444.jpg

Alan Gonçalves Cordeiro, de 18 anos, desapareceu no domingo, 7, na localidade de Rio do Tigre

 

Alan Gonçalves Cordeiro, de 18 anos, que desapareceu no domingo, 7, na localidade de Rio do Tigre, interior de Canoinhas, foi encontrado morto, enforcado, na manhã desta quinta-feira, 11, na localidade da Encruzilhada, interior de Canoinhas. O Instituto Geral de Perícias deve apontar se trata-se de um caso de suicídio.

Alan, que trabalhava na colheita de batatas e fazia aulas de autoescola para aprender a dirigir motocicletas, levava uma vida normal, sem envolvimento com drogas ou abuso de bebida alcoólica, segundo a tia, Lenita Ribeiro. O rapaz não era introspectivo nem sofria de depressão, segundo a família. Ele morava com a mãe, uma irmã e o padrasto, com quem, segundo a mãe, se dava muito bem.

O rapaz levou documentos e o seu celular, mas as chamadas ao aparelho iam direto para a caixa postal.

No domingo, 7, ele teria amoçado na casa de uma tia, de onde voltou no fim da tarde dizendo à mãe que voltaria para jantar na casa da tia. Ele teria ido para casa apenas para apanhar um tênis. Ao sair não mais voltou. A tia diz que ele não voltou para sua casa.

Alan foi encontrado em uma mata, com uma corda amarrada em seu pescoço, pendurado em uma árvore.

 

Fonte: JMais

 

Online

Temos 1052 ouvintes online