Envolvidos em assalto na BR-376 morrem em confronto com a PM em chácara na RMC

caf91c1a-232e-4c28-a40d-13ae6fc3b6b1.jpg

Tiroteio aconteceu na noite de ontem em Campo Largo

 

Dois suspeitos do assalto ao comboio dos cinco carros-fortes na BR-376, na região da Colônia Witmarsum, entre São Luiz do Purunã e Ponta Grossa, nos Campos Gerais, morreram em um confronto com a Rone, do Batalhão de Operações Especiais da Polícia Militar, no fim da noite desta terça-feira (6). O tiroteio aconteceu em uma chácara na Estrada Ouro Fino, em Bateias, em Campo Largo, região metropolitana de Curitiba.

O capitão Zancan, do BOPE, falou sobre os materiais encontrados dentro da chácara.  “Acreditamos que há essa ligação entre eles e o assalto, por conta do que foi apreendido aqui, como miguelitos, materiais explosivos e armas. Eles atuaram pela manhã na 376 e estavam escondidos aqui nesta casa”.

De acordo com o capitão, vizinhos relataram que o imóvel havia sido comprado há pouco tempo. “É um local que tem certo conforto e que estava passando por reformas”, disse o capitão, confirmando que a quadrilha aparenta ser muito organizada. “Pelo material apreendido e forma de ação, é uma quadrilha extremamente organizada. Agora continuamos os trabalhos para tentar localizá-los, porque ainda existem integrantes que estão livres”, afirmou.

Na casa, três carros foram apreendidos: um Audi, um Sandero e um Etios. O Esquadrão Antibombas também foi acionado para lidar com os artefatos explosivos. Os dois suspeitos não foram identificados  e aparentam entre 25 e 40 anos.

Vítimas identificadas

Com a morte dos dois bandidos, subiu para cinco o número de vítimas fatais após o assalto a carros-fortes na BR-376. Três bandidos morreram em confronto e dois inocentes ainda na rodovia: o vereador de Barra do Jacaré, Elton Alexandre Aguiar Mata, de 36 anos, e o caminhoneiro Vilson Silveira, de 41.

 

Fonte: Banda B

Este é o novo site da Difusora!

Online

Temos 1127 ouvintes online