Dentista encontrado morto em incêndio pode ter sido assassinado. Polícia Civil inicia investigações

INCCAP23.jpg

A informação foi repassada pela Polícia Civil de União da Vitória que investiga o caso

 

O dentista Gilberto Germano Schumann Filho, 53 anos, que foi encontrado morto em meio aos destroços do incêndio no antigo hotel, ao lado do Hospital Maternidade, pode ter sido vítima de assassinato antes do prédio ser destruído pelas chamas. A informação foi repassada pela Polícia Civil de União da Vitória que investiga o caso. 

O Delegado Adjunto da 4ª SDP, Rafael Pereira, confirmou que a PC trabalha com a possibilidade de o homem ter sido assassinado antes do prédio pegar fogo. Um inquérito já foi instaurado e a investigação já começou. Serão ouvidos moradores do antigo hotel e familiares para saber como era a vida do dentista antes do episódio.

IDENTIRIFCASDSFGSD.jpg

O Instituto Médico-Legal (IML) deve apresentar um laudo com as causas da morte do homem. Através deste laudo será possível ter certeza se havia lesões no corpo e as causas das mesmas. 

As câmeras de monitoramento próximas ao local já estão sendo analisadas a fim de levantar informações sobre a movimentação momentos antes do crime. 

Caso confirme-se que a vítima foi assassinada, o incêndio levanta a hipótese de ter sido criminoso, ou seja, causado para encobrir o crime contra a vida do dentista. 

 

Saiba mais sobre o caso clicando aqui

IML confirma identificação do corpo encontrado no incêndio

 

Da redação RDX, com informações Canal 4.TV

 

Online

Temos 1085 ouvintes online