Capela é incendiada e tem objetos furtados na Lapa

igreja9-720x960capa.jpg

Caso foi registrado durante a madrugada de sexta-feira (6) na Colônia São Carlos

Fundada em 1934, a Capela São Carlos Borromeu, da Colônia São Carlos na Lapa, teve grande parte da estrutura destruída após ser incendiada durante a madrugada de sexta-feira (6). 

Antônio Carlos Tonon, um dos coordenadores da administração, conta que o autor do crime teria violado o sacrário, furtado uma tampa que cobre as hóstias e um cálice de vinho banhado a ouro. Após isso, teria colocado fogo no armário dos coroinhas, onde há roupas e toalhas, onde a partir daí, as chamas se alastraram.

Em entrevista à Rádio Difusora do Xisto, Antonio conta que o estrago só não foi maior porque a comunidade acionou os bombeiros, que rapidamente foram até o local combater o incêndio. "No momento em que as chamas se alastraram, os moradores se uniram a ajudaram a combater as chamas. Em menos de 10 minutos, o Corpo de Bombeiros já estava no local e combateu o incêndio", disse. 

Devido ao incêndio, a sacristia ficou totalmente destruída, o forro de PVC que havia sido trocado há menos de um ano acabou derretendo e as paredes, com pinturas em arte barroca, com mais de 84 anos, foram destruídas. 

A igreja passava por uma reforma, onde na última quarta-feira (4) havia sido terminado os trabalhos na parte externa da igreja, como a fachada e o sino, e a partir de segunda-feira (9) começaria a pintura na parte interna da capela. "O prejuízo deve passar dos R$ 50 mil, pois usamos todo o dinheiro do caixa para realizar as obras. Já havíamos pago o material de construção, e agora temos cerca de R$500,00 em caixa", lamentou.

A filha de Antônio, Adriana Tonon lamentou o ocorrido. "Que eles furtassem o que queriam, mas não queimassem tudo. A minha família tem um envolvimento com a igrejá há gerações. Mas temos fé de que logo reconstruiremos tudo novamente", disse.

Quem quiser colaborar com material de construção, mão-de-obra ou doações em dinheiro pode entrar em contato com o Antônio por meio do telefone (41) 9 9977-5030.

Confira a entrevista com Antônio em áudio

Da redação RDX

Fotos: Divulgação/Whatsapp

igreja8-720x960.jpg

igreja7-720x960.jpg

igreja6-720x960.jpg

igreja5-720x960.jpg

igreja4-960x720.jpg

igreja3-1-720x960.jpg

igreja2-1-720x960.jpg

igreja1-720x960.jpg

 

Online

Temos 966 ouvintes online