Mulher é encontrada morta às margens da PR-427 em Porto Amazonas

casoportoamazonasB2.jpg

Corpo estava vestido com uma calça vermelha, que estava abaixada e não tinha nenhuma veste na parte de cima do corpo, o que pode indicar também uma possível violência sexual

 

 

No último domingo (12) por volta das 10 horas, um ciclista que passava pela rodovia PR-427 que liga os municípios Porto Amazonas e Lapa, avisou que havia um corpo caído numa parte mais baixa do acostamento no quilômetro 53 da rodovia, junto a um bueiro de escoamento de água da chuva. A mulher estava com a calça abaixada e sem nenhuma roupa da cintura para cima, o que indica um possível crime sexual.

A vítima apresentava ferimentos na cabeça, porém, no local não foi possível saber exatamente o que provocou a lesão. Mas a perícia acredita que ela já devia estar morta há mais de 12 horas, ou seja, teria sido assassinada ainda na noite de sábado. A mulher não tinha nenhum documento de identificação consigo. Era uma mulher branca, de cabelos pretos, um pouco abaixo dos ombros.

Vítima

A Polícia Rodoviária Estadual (PRE) do posto da Lapa foi acionada para atender a ocorrência, tendo acionado a Criminalística e o IML de Curitiba. No local foi recolhido o corpo de uma mulher aparentando ter cerca de 40 anos, de acordo com o IML, preliminarmente, ela foi vítima de agressão física, o corpo estava vestido com uma calça vermelha, que estava abaixada, e não tinha nenhuma veste na parte de cima do corpo, o que pode indicar também uma possível violência sexual.

A informação do corpo encontrado foi divulgada no final da manhã de domingo em uma rede social e logo em seguida, familiares de uma mulher da cidade de Porto Amazonas que estava desaparecida entraram em contato e repassaram maiores informações.

Após isso, os familiares compareceram no Destacamento da Polícia Militar de Porto Amazonas, onde os policiais entraram em contato com a PRE e posteriormente com o IML de Curitiba, pois o corpo recolhido na rodovia apresentava características de ser o da pessoa que estava desaparecida, os familiares se deslocaram até Curitiba para identificar o corpo.

A vítima foi Angela Maria Kampa, de 40 anos que era moradora de Porto Amazonas e seu velório e sepultamento foi realizado na segunda-feira (13).

A partir de agora a Polícia Civil da cidade da Lapa passa a investigar o caso para esclarecer como ela foi morta e tentar identificar a autoria do crime.

 

 

 

Com informações Gazeta de Palmeira

Fotos: Divulgação/WhatsApp

casoportoamazonasB.jpgcasoportoamazonasA.jpg

 

Online

Temos 635 ouvintes online

Últimas Notícias